Insistência de ciganos incomoda munícipes

Os ciganos são um povo nômade e facilmente são identificados a começar pelas vestimentas, o hábito de ler a mão das pessoas e pela habilidade em negociar seja o que for.

Estas características não estão agradando algumas pessoas que procuraram o jornal para reclamar da atitude dos ciganos, que mais de um mês fixaram residência na cidade. Eles alugaram imóveis em vários bairros e estão sempre juntos, percorrendo a cidade.

Até eles têm o direito de ir e vir resguardados pela constituição, mas uma comerciante, que não quis ser identificada, reclamou da insistência das mulheres em vender roupas, peças de enxoval e até em ler a mão. Em menos de 10 dias o grupo retornou ao seu estabelecimento mais de uma vez e a persistência tem incomodado.

A ACIC, comunicada dos fatos, disse que vai entrar em contato com o Departamento Municipal da Receita para que providências sejam tomadas.

Segundo informações obtidas na prefeitura, até o momento os ciganos não procuraram o Departamento da Receita e nem pagaram nenhuma taxa para comercialização dos produtos. Os fiscais municipais informaram que mantiveram contato com o líder do grupo e avisaram que se for constatado a atividade comercial terão que pagar uma taxa diária de R$ 53,00, que é cobrada de ambulantes


Postado em 29/08/2015
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:4.891
Ontem:
Total:4.891
Recorde:4.891
Em - 21/04/19