“Chuva negra” provocou sujeira e muita reclamação 

A espessa coluna de fumaça propagou as partículas em vários municípios da região.  Roberto César Benincasa 

Uma espessa camada de fuligem caiu sobre a cidade na tarde de sexta-feira, 15, provocando muita sujeira e reclamação por parte da população que ficou incomodada com a “chuva negra”
O transtorno foi causado por um grande foco de queimada detectado num canavial em Barretos, formando a espessa nuvem, com base negra, que se espalhou por dezenas de quilômetros, atingido não Colina, mas outras cidades da região, como Jaborandi e Morro Agudo.  Como as partículas são muito leves ficam suspensas no ar e o vento se encarrega de espalhá-las por vários quilômetros
A Defesa Civil de Barretos precisou de vários caminhões-pipa para controlar o fogo que se alastrou rapidamente pelo canavial e formou uma grande coluna de fumaça, que bloqueou a radiação solar e escureceu o céu
O Estado de São Paulo enfrenta a maior estiagem da sua história, tudo está seco e uma pequena fagulha pode causar um incêndio de grandes proporções não em canaviais. A estiagem prolongada também aumentou os focos de incêndio com relação ao ano passado. E não é isso a Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) suspendeu a queima da palha de cana, como faz todos os anos neste período. A proibição, em todos os horários, se deve a umidade relativa do ar que tem atingido índices abaixo dos recomendados
A queima da palha de cana aumenta a quantidade de partículas na atmosfera, comprometendo a qualidade do ar que está prejudicada com a falta de chuva. Os efeitos da “chuva negra” de sexta-feira vão muito além da sujeira e podem causar o agravamento das crises respiratórias e alérgicas.
 
 
 
Anúncio:

Postado em 23/08/2014
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:9.098
Ontem:
Total:9.098
Recorde:9.098
Em - 20/06/19