Construções e ampliações devem ser legalizadas 
 
Construções e ampliações de imóveis devem ser legalizadas para evitar complicações
 
O setor da construção civil está em crescente expansão, mas as novas construções e ampliações têm que ser legalizadas para evitar gastos maiores e dor de cabeça aos proprietários
A informação é do chefe do Departamento da Receita, Luís Fernando Pereira, que alerta para a obrigatoriedade de apresentação de projeto, além do recolhimento de taxas específicas
“A falta de legalização torna a obra irregular, acarreta cobrança de multas e impede a emissão do Termo de Habite-se, entre outras complicações”, explicou Pereira que informou também que a Prefeitura mantém fiscalização diária, notificando os proprietários. Após a notificação, a equipe técnica da Secretaria de Planejamento visita a obra para as medições necessárias
Todas as novas construções e ampliações requerem a apresentação do projeto, além do pagamento da taxa de fiscalização e licença para sua execução, como também o recolhimento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), conforme determinam as leis que regem o setor da construção civil municipal. “Os proprietários também devem requerer a nota fiscal de serviços emitida pelo construtor da obra, como pedreiros, pintores, carpinteiros e eletricistas”, orientou Pereira. 
Os contribuintes que pretendem, por exemplo, efetuar a abertura de empresa como Micro Empreendedor Individual (MEI) também terão a emissão da certidão de uso e ocupação do solo indeferidas caso os seus imóveis não possuam o projeto.  
A regularização deve ser feita na Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente (ao lado do SAAEC), no horário das 8h30 às 11h e das 13 às 17h.

Postado em 08/03/2014
Por: A Redação
Publicidade

Atendimento

(17) 3341-1180
Seg à Sexta das 08h às 19h Sab das 09h às 12h
Ouvidoria
Fale Conosco
Desenvolvido por:

DIgraca.com.br
Siga-nos

Estatisticas

Hoje:2.963
Ontem:
Total:2.963
Recorde:2.963
Em - 21/04/19